Perspectivas de negócios em 2022: Planejamento prevê incertezas

Empresas que antecipam o futuro podem mitigar riscos e enfrentar cenários desafiadores sem perder o foco em resultados

Início do ano e as projeções para o futuro se proliferam, principalmente quando falamos de perspectivas para o mundo dos negócios. Após um período bastante desafiador, marcado pelo avanço da Covid-19, muitos empreendedores veem em 2022 uma oportunidade para uma retomada mais efetiva, embora as previsões de analistas de mercado e economistas para os próximos 365 dias ainda sejam bastante cautelosas.

A Ômicron, nova variante do coronavírus, que já se alastra pelo mundo, e a realização das eleições no Brasil são pontos de atenção importantes em um momento que ainda é de muitas incertezas. No entanto, quem empreende e deseja manter a expansão de suas atividades no novo ano, deve compreender que o sucesso do seu negócio depende muito mais de sua capacidade de gestão e do engajamento da sua equipe do que de variáveis externas.

Segundo Leonardo Rischele, consultor do Aquila, consultoria internacional de origem brasileira especializada em gestão por resultados, o principal segredo das empresas que alcançam as suas ambições mais ousadas é a qualidade do planejamento. “1º de janeiro é apenas um dia no calendário. Quem pensa em planejamento apenas nesta época do ano tende a estar mais exposto às volatilidades de mercado”, explica.

Nesse sentido, um bom planejamento deve antever riscos, ou seja, trazer exercícios que simulem como a empresa se comportará perante cenários externos ainda incertos. “Só assim é possível enfrentar os períodos de inconstância com mais tranquilidade e manter os investimentos em curso”, diz.

Para Rischele, não importa se uma empresa é pequena ou grande, é preciso ter planos e projetos bem definidos para que bons resultados possam ser alcançados. “Os empreendedores devem se preocupar menos com questões macroeconômicas e mais com como se relacionam com o seu próprio mercado, um ecossistema formado basicamente por seus clientes, não clientes e concorrentes”.

Para o consultor, um empreendimento sem uma gestão de excelência está fadado ao insucesso. “É preciso ter consistência e entender que gerenciar não é resolver problemas ou bater metas, é antecipar o futuro que você pretende construir com o seu negócio. A gestão é um caminho sem volta e a palavra de ordem para 2022 é planejamento. Em um ambiente tão competitivo, não há espaço para improvisação estratégica”, destaca.

Cenário 2022

O ano de 2022 deve ser bastante promissor para os segmentos mais afetados pela pandemia nos últimos dois anos. Entretenimento e shows, alimentação fora do lar e turismo devem recuperar o fôlego no próximo ano, devido a uma demanda represada e o retorno de diversas atividades presenciais. Já os setores que mantêm um relacionamento mais próximo com os governos Federal ou Estadual, podem enfrentar mais instabilidades, devido às eleições que se aproximam.

“Mas, na prática, é como a empresa se planejou que fará a diferença”, finaliza o consultor do Aquila.

O Aquila é uma consultoria internacional de gestão de origem brasileira, presente no ranking FDC das multinacionais e mapeada pelo relatório Source Global Research, instituição britânica de referência em pesquisas no segmento.

De Leonardo Grandchamp

Jornal Contábil

Compartilhe

Posts Relacionados

Veja abaixo mais Notícias para o seu negócio