Doenças psiquiátricas podem dar direito a aposentadoria?

Dentre os diversos benefícios concedidos pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), estão aqueles destinados a pessoas que estão incapacitadas de exercer suas funções de trabalho de maneira permanente ou temporária.

Nesta linha, a depender da gravidade da incapacidade será concedido um diferente benefício do INSS, se a condição for temporária, o cidadão terá direito ao auxílio-doença, todavia, caso seja permanente o segurado recebe a aposentadoria por invalidez. 

Em geral, tais incapacidades surgem em decorrência de acidentes ou doenças. No entanto, saiba que no país, transtornos mentais e comportamentais são a terceira maior causa que leva à concessão dos benefícios em questão. 

Doenças psiquiátricas e concessão de benefícios por incapacidade

De antemão, vale ressaltar que segurados acometidos por doenças psiquiátricas, podem sim, receber o auxílio-doença ou a aposentadoria por invalidez, desde que estejam incapacitados de trabalhar, ou seja, não basta apenas estar doente. 

Conforme um estudo de 2017 realizado pela Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda, há um grupo de doenças psiquiátricas que mais concedem os benefícios por incapacidade no país. A relação analisou os anos entre 2012 e 2016. 

Diante disso, confira uma lista de transtornos mentais e comportamentais que mais levam ao recebimento de cada um dos benefícios do INSS, em questão. 

Aposentadoria por invalidez:  Esquizofrenia; Transtorno depressivo recorrente; Transtorno afetivo bipolar; Episódios depressivos; Transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de álcool; Psicose não-orgânica não especificada; Transtornos esquizoafetivos; transtornos mentais devidos à lesão e disfunção cerebral e a doenças física.

Auxílio doença: Episódios depressivos; Outros transtornos ansiosos; Transtorno depressivo recorrente; Transtorno afetivo bipolar; Transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de múltiplas drogas e ao uso de outras substâncias psicoativas;  “Reações ao”stress”grave e transtornos de “adaptação”; Transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de álcool; Transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de cocaína.

Jornal Contábil

Compartilhe

Posts Relacionados

Veja abaixo mais Notícias para o seu negócio