CadÚnico: Como saber se já tenho cadastro?

O CadÚnico serve para dar apoio à implementação de políticas públicas que visam melhorar a vida das famílias brasileiras

Criado pelo Governo Federal o Cadastro Único (CadÚnico) é uma ferramenta que permite ao governo saber mais sobre as famílias brasileiras, como por exemplo saber mais como vivem as famílias de baixa renda no Brasil.

Quando você se inscreve no Cadastro Único, você tem a possibilidade de participar de vários programas sociais do governo como por exemplo:

  • Programa Auxílio Brasil;
  • Casa Verde e Amarela;
  • Bolsa Verde;
  • Programa de Erradicação do Trabalho Infantil;
  • Carteira do Idoso;
  • Programa Brasil Carinhoso;
  • Programa de Cisternas;
  • Carta Social;
  • Pro Jovem Adolescente;
  • Tarifa Social de Energia Elétrica;
  • Passe Livre para Pessoas com Deficiência (PcD);
  • Isenção de taxas de inscrição para concursos públicos (conforme previsto em lei).

Mesmo que cada programa tenha uma exigência diferente, o primeiro passo sempre é ter seu cadastro atualizado. 

Quem pode se cadastrar no Cadúnico?

Podem se inscrever no Cadastro Único as famílias que: 

  • Possuem renda mensal por pessoa de até meio salário mínimo
  • Possuem renda mensal familiar total de até três salários R$ 3.135,00 (três vezes o salário mínimo)
  • Possuem renda acima das citadas acima, mas que estejam vinculadas ou pleiteando algum programa ou benefício que utilize o Cadastro Único.

Como saber se já estou cadastrado?

Você pode verificar sua inscrição de três maneiras diferentes:

1-online, acessando o endereço eletrônico do governo federal destinado ao CadÚnico.

2- Aplicativo Meu CadÚnico

3- Central de Atendimento da Caixa Econômica Federal pelo telefone 0800 707 2003.

Caso você não tenha cadastro confira abaixo como se cadastrar

Como me inscrever o CadÚnico?

O cadastramento não é feito pela internet! É preciso ir até o setor responsável pelo Cadastro Único em sua cidade para se inscrever. Então se dirija até o CRAS – Centro de Referência em Assistência Social do seu município e solicite o cadastramento.

E para se cadastrar é preciso:

  • Ter uma pessoa responsável pela família para responder às perguntas do cadastro. Essa pessoa deve fazer parte da família, morar na mesma casa e ter pelo menos 16 anos.
  • Para o responsável pela família, de preferência uma mulher, é necessário o CPF ou Título de Eleitor.
  • Exceção: no caso de responsável por famílias indígenas e quilombolas, pode ser apresentado qualquer um dos documentos abaixo.

Documentos:

  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • CPF;
  • Carteira de Identidade (RG);PUBLICIDADE
  • Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI);
  • Carteira de Trabalho; ou
  • Título de Eleitor.

Após realizar seu cadastro é importante manter os dados sempre atualizados.

De Esther Vasconcelos 

Jornal Contábil

Compartilhe

Posts Relacionados

Veja abaixo mais Notícias para o seu negócio