Brasileiros têm direito a R$ 8 bilhões esquecidos em bancos 

Confira como consultar se você possui algum saldo a resgatar e quando o dinheiro será liberado. 

Recentemente, o Banco Central (BC) divulgou haver R$ 8 bilhões esquecidos em bancos por brasileiros. Segundo a instituição, o montante é de cerca de 17,8 milhões de pessoas e empresas. 

Conforme o divulgado, os valores a receber podem estar parados em bancos pelos mais diversos motivos, tais como: contas-correntes ou poupança encerradas com saldo, dívidas cobradas de maneira indevida, recursos de consórcio não resgatados, cotas de capital a devolver, dentre outras situações. 

Cerca de 90 milhões de pessoas físicas e empresas já realizaram a consulta em busca dos valores esquecidos. A demanda foi tão grande que a plataforma do BC saiu do ar, de modo que banco teve de suspender temporariamente a consulta. 

Por sua vez, desde o último domingo, dia 14 de fevereiro, a consulta está disponível em uma nova plataforma. Na página, o trabalhador poderá verificar se há algum saldo para resgatar junto ao Sistema Valores a Receber. 

Nesta linha, para realizar a consulta acesse a plataforma digital do BC, e informe o CPF ou CNPJ. Feito isso, verifique se há algum valor disponível e memorize a data do saldo esquecido. 

Quando irei poder sacar o dinheiro esquecido?

Caso você já tenha feito a consulta e, de fato, confirmou que há saldo a ser recebido. Será disponibilizado uma data para solicitar o resgate do dinheiro. O calendário será conforme o ano de nascimento da pessoa ou de fundação da empresa.  Confira: 

Ano de nascimento ou de criação da empresaPeríodo para solicitar o resgate Data para repescagem (caso tenha extrapolado o prazo)
Antes 1968 De 07 a 11 de março12 de março
Entre 1968 e 1983De 14 a 18 de março19 de março
Após 1983De 21 a 25 de março26 de março

Mediante ao agendamento, retorne a pagina no período e hora marcado, que pode ser de 4h às 14h ou de 14h às 24h. Para quem for recorrer a data de repescagem, aos sábados o procedimento irá funcionar o dia inteiro, de 4h às 24h. 

De Lucas Machado 

Jornal Contábil

Compartilhe

Posts Relacionados

Veja abaixo mais Notícias para o seu negócio